NOTÍCIA

A importância das portas corta-fogo nas edificações

Por Rodrigo Antônio Pereira de Moraes (@rodrigo.a.p.moraes) e João Ribeiro de Carvalho (@jonjaribeiro)

As edificações funcionam como um sistema fechado em que cada uma de suas partes desempenha papel fundamental para a sua correta operação. Se falarmos em desempenho ao longo do tempo, o correto funcionamento dos sistemas e subsistemas da edificação passa a depender de manutenções preventivas a serem feitas para atender a vida útil para a qual foram projetados. Por falta de informação, entretanto, muitos destes sistemas e subsistemas passam a ser negligenciados. Pior, a ter seu uso realizado de maneira incorreta ao longo do tempo, impedindo pleno funcionamento. Exemplo disto são as portas corta-fogo da edificação. Você sabe por que elas são tão importantes?

Falando um pouco das inspeções para elaboração de laudos dos condomínios, a maior parte delas atém-se apenas ao estado de conservação apenas de sistemas isolados da edificação, como estruturas de concreto armado, revestimento de fachada e afins, voltando seus investimentos em manutenção para estes sistemas. Será, entretanto, que apenas esses sistemas devem ter a devida atenção?
As portas corta-fogo, por exemplo, ficam localizadas nos acessos às escadarias e desempenham papel fundamental na proteção dos usuários em caso de incêndio. Como o próprio nome sugere, elas têm o papel fundamental de impedir que o fogo adentre as escadarias, permitindo que os usuários possam evacuar o prédio, caso necessário.

Em virtude de sua importância para a segurança dos usuários, as portas corta-fogo estão presentes tanto nas normas brasileiras, por meio da ABNT 11742:2018, quanto no código dos bombeiros estaduais. Dentre os requisitos exigidos por ambas as normas, ABNT e bombeiros, destacam-se como de mais fácil verificação durante a manutenção rotineira: manter a porta corta-fogo sempre fechada; jamais impedir o funcionamento das portas corta-fogo e verificação do fechamento automático quando abertas em 60°.Muitas vezes, entretanto, as portas corta-fogo são o retrato da negligência e imperícia do uso inadequado. A falta de informação e esclarecimento sobre sua importância e manutenção, por parte de moradores de edificação e síndicos podem ser determinantes para a interrupção da saúde e segurança deles mesmos.