NOTÍCIA

Tecomat Faz: Ensaio de Esclerometria

O ensaio de esclerometria permite avaliar, por percussão, a condição superficial de um concreto. Por isso, este ensaio é considerado não destrutivo, já que não há quebra da matriz nem ruptura do corpo de prova e extração na peça concretada.

Este ensaio, no entanto, não é um método substituto para ensaios de resistência à compressão ou de testemunhos de concreto. Ele pode ajudar a estimar a resistência dos concretos analisados, mas é importante que se realizem ensaios de testemunhos e/ou de resistência à compressão associados aos concretos.

Importante esclarecer que: para idades avançadas do concreto e em outras situações específicas, os resultados de esclerometria perdem sua precisão por questões relativas à carbonatação do concreto, por exemplo, fenômeno que tende a aumentar a resistência superficial dos concretos, levando a resultados possivelmente mais altos do que o real valor de resistência.